Have you ever had that feeling— that you’d like to go to a whole different place and become a whole different self?

— Haruki Murakami, The Wind-Up Bird Chronicle (via cestlavieparis)

11.623 notas (1:46)
(…) É isto que amamos nos outros: o lugar vazio que eles abrem para que ali cresçam as nossas fantasias. Buscamos, no outro, não a sabedoria do conselho, mas o silêncio da escuta; não a solidez do músculo, mas o colo que acolhe… Como seria bom se as outras pessoas fossem vazias como o céu, e não tão cheias de palavras, de ordens, de certezas. Só podemos amar as pessoas que se parecem com o céu, onde podemos fazer voar nossas fantasias como se fossem pipas…

— Rubem Alves 

1.591 notas (5:26)
Muita depressão nasce de não se ter o que fazer, não ter do que cuidar. Quem ama um pedaço de terra e cuida dele nunca está sem um objeto de amor. Pois a terra ama quem cuida dela. Meu pai dizia, vendo as plantas, na horta, sob a chuva: “Veja como estão agradecidas!” As plantas agradecem.

— Rubem Alves

265 notas (5:21)

28.963 notas (2:42)
I think of reading a book as no less an experience than travelling or falling in love.

— Jorge Luis Borges, The Last Interview.

3.353 notas (5:35)
»